Pequenos milagres do dia a dia

A tradição dos pães frescos é uma rotina digna de repetição. Quando Alain Coumont decidiu abrir uma padaria ele precisava criar um nome. Lembrou de seu pai reclamando: " moi, ce n’est pas mon pain quotidien!" traduzido literalmente em "este não é o meu pão diário". E então ele percebeu que aquele seria o nome perfeito para pendurar na porta de sua padaria. Bem-vindos ao Le Pain Quotidien "o pão diário"
onde o passado caminha com o presente e o presente é o futuro!

Um Assunto de família

Ainda pequeno, Alain Coumont conheceu a arte de cozinhar. Como ainda era baixinho e não alcançava o balcão. Sua tia Simone puxava uma cadeira para ele subir e observar enquanto ela preparava a massa de pão. Aos domingos eles cozinhavam não apenas pães mas também uma dúzia de tortas.

A família Coumont
Alain e seu irmão mais velho

A vontade de Alain de misturar alegria e cozinha se deu devido ao legado de seu passado. Seus avôs por parte materna eram donos de um restaurante próximo a Liège na Bélgica do qual o seu pai era Chef. Alain estudou na mesma escola de hotelaria que ele em Namur e seguiu os passos da família até chegar a hora de trilhar o seu próprio caminho.

A perfeição impossível perfeitamente dominada

Como Chef recém formado Alain buscou um pão que se igualasse ao de sua infância por toda Bruxelas. Talvez, não ter encontrado o que buscava foi um dos maiores golpes de sorte da sua vida pois ele se deu conta de que a única maneira de satisfazer o seu desejo do pão de sua infância era fazendo-o. Foi assim que o Le Pain Quotidien nasceu pela busca do que lhe era familiar.

A primeira Le Pain Quotidien

16 Rue Dansaert Bruxelas, Bélgica

O primeiro Le Pain Quotidien foi aberto em Bruxelas em 1990 e depois de alguns meses 10 outras lojas foram abertas todas servindo os clássicos pães rústicos da infância de Alain. Após sete anos o sonho de Alain de abrir um LPQ nos Estados Unidos foi realizado com a inauguração de uma loja na Madison Avenue na cidade de Nova Iorque. Hoje sua visão de um pão elaborado tradicionalmente se tornou um hábito entre pessoas, amigos e colegas do mundo todo ao longo das 250 padarias Le Pain Quotidien.

“A minha ideia era simples, criar um lugar onde eu pudesse me sentir em casa, mesmo estando longe de casa...”

Alain Coumont